História

Conheça nossa história ♥
O primeiro Fringe surgiu espontaneamente em 1947 em Edimburgo na Escócia, quando companhias que não estavam na programação do Festival Internacional de Edimburgo resolveram criar um evento paralelo à margem do oficial. Desde então outros Fringes surgiram pelo mundo.
1947

1 FRINGE da história

Edimburgo - Escócia

1998

1º FRINGE do Brasil

Integra a 7 Edição do Festival de Teatro de Curitiba - Começa com 32 peças teatrais

1999

Espetáculos ousados

O FRINGE aborda com espetáculos ousados e é considerado o próprio Festival de Teatro de Curitiba, por Nelson de Sá - Crítico da Folha de São Paulo

2000

48 espetáculos em 23 locais

FRINGE recebe em sua programação Gerald Thomas, Satyros e outras produções de renome. É reconhecido pelo profissionalismo e diversidade das propostas - Foram 200 cadastros. Evento foi realizado com 48 espetáculos em 23 locais.

2001

Internet

O FRINGE começa a pensar em realizar venda dos ingressos por internet. A programação foi distribuída em horários fixos: 12h ; 15h ; 18h ; 21h e Oh.

2003

145 espetáculos
2005

187 espetáculos
2006

Manifesto dos jornalistas

FRINGE foi marcado pelo manifesto dos jornalistas apontando a necessidade do evento ser realizado com Curadoria. Foram 192 espetáculos, 48 espaços ocupados durante 11 dias

2008

Público em torno de 160 mil espectadores
2009

Evolução tecnológica

FRINGE começa a utilizar a internet para receber os projetos dos espetáculos. Até 2008 todo material era enviado por e-mail

2013

O que que a Bahia tem?

Fringe regulariza Mostras Especiais e recebe a Mostra Baiana, com curadoria de Wagner Moura e parceria com a Secretaria da Cultura do Estado da Bahia

2014

II Ano de Mostra Baiana

II Ano de Mostra Baiana, com curadoria de Lázaro Ramos e parceria com a Secretaria da Cultura do Estado da Bahia

2015

Programação em terminais de ônibus

FRINGE tem sua Programação de Rua distribuída por Terminais de Ônibus da cidade de Curitiba

2017

FRINGE Rua ocupa Região Metropolitana com espetáculos de rua
2018

FRINGE recebe - 79 Espaços Ocupados - Mais de 2.300 artistas - 20 Mostras Especiais

Programação do FRINGE recebe - 79 Espaços Ocupados - Mais de 2.300 artistas - 20 Mostras Especiais - Leticia Spiller, Maureen Miranda, Carlos Simioni (Lume Teatro), Sofia Monsalve (Ponte dos Ventos), Marilyn Nunes (Oposto Teatro laboratório)- Mostra Formativa Sesi Heitor Stoclker de França Tuca Pinheiro, Nina Caetano, Maikon K. (performance), Ismine Lima (criadora do Teatro Lambe-Lambe) Grupo Erro (Florianópolis), Marcos Bulhões (USP),-. Eduardo Moreira(Grupo Galpão)

Dúvidas ou sugestões sobre o Fringe?
Entre em contato, nossa equipe está disposta em te ajudar!